domingo, 18 de agosto de 2013

Resenha - A menina que roubava livros

Autor: Markus Zusak
Ano de Publicação: 2011
Editora: Intrínseca

Quando li " A menina que não sabia ler", me apaixonei tanto que pensei que " A menina que roubava livros" fosse tão bom ou até melhor! Me enganei completamente. Na minha opinião é um livro maçante no qual o autor enrola demais e o livro acaba ficando entediante. Somente no final é que ele fica melhor, mas o autor acelera o fim e ficamos sem algumas respostas.
O livro é narrado pela Morte no qual conta a história de uma garota que é adotada por uma família alemã. Seu irmão seria adotado também, porém, morre na ida para a casa dos Hubermann.




A história em si não é ruim, mas por conta da enrolação o livro possui 382 páginas que abreviadas daria umas 150. No final ficamos sem saber com quem ela casou e como foi sua vida adulta.Minha intuição não é de avacalhar o livro nem o autor, mas esperei demais e me decepcionei. Agora vamos esperar para ver como será o filme.
" Em suas visões derradeiras, ela viu seus três filhos, seus netos, seu marido e a longa lista de vidas que se fundiam com a sua. Entre elas, acesos como lanternas, estavam Hans e Rosa Hubermann, o irmão de Liesel e o menino cujo cabelo permanecia da cor dos limões para sempre!"
Sinopse 
Entre 1939 e 1943, Liesel Meminger encontrou a Morte três vezes. E saiu suficientemente viva das três ocasiões para que a própria, de tão impressionada, decidisse nos contar sua história, em "A Menina que Roubava Livros", livro há mais de um ano na lista dos mais vendidos do "The New York Times".
Desde o início da vida de Liesel na rua Himmel, numa área pobre de Molching, cidade desenxabida próxima a Munique, ela precisou achar formas de se convencer do sentido da sua existência. Horas depois de ver seu irmão morrer no colo da mãe, a menina foi largada para sempre aos cuidados de Hans e Rosa Hubermann, um pintor desempregado e uma dona de casa rabugenta. Ao entrar na nova casa, trazia escondido na mala um livro, "O Manual do Coveiro". Num momento de distração, o rapaz que enterrara seu irmão o deixara cair na neve. Foi o primeiro de vários livros que Liesel roubaria ao longo dos quatro anos seguintes.
E foram estes livros que nortearam a vida de Liesel naquele tempo, quando a Alemanha era transformada diariamente pela guerra, dando trabalho dobrado à Morte. O gosto de rouba-los deu à menina uma alcunha e uma ocupação; a sede de conhecimento deu-lhe um propósito. E as palavras que Liesel encontrou em suas páginas e destacou delas seriam mais tarde aplicadas ao contexto a sua própria vida, sempre com a assistência de Hans, acordeonista amador e amável, e Max Vanderburg, o judeu do porão, o amigo quase invisível de quem ela prometera jamais falar.
Há outros personagens fundamentais na história de Liesel, como Rudy Steiner, seu melhor amigo e o namorado que ela nunca teve, ou a mulher do prefeito, sua melhor amiga que ela demorou a perceber como tal. Mas só quem está ao seu lado sempre e testemunha a dor e a poesia da época em que Liesel Meminger teve sua vida salva diariamente pelas palavras, é a nossa narradora. Um dia todos irão conhece-la. Mas ter a sua história contada por ela é para poucos. Tem que valer a pena.
                                              Resenha feita por Leila Garcia

7 comentários:

  1. Oi flor.
    A postagem do selo já está no ar.
    Espero que goste!
    Eu amei o seu blog e o tema dele rs
    Beijinhos
    http://isabellegarzo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Nossa, esse livro merece ser lido mil vezes... Sou fã! Um dos mais emocionantes que li nos últimos tempos!

    Abraços, Isabela.

    www.universodosleitores.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Sempre quando converso com alguém sobre livros a pessoa acaba me indicando a leitura deste, coloquei ele na minha futura lista de leitura. Quero ver se consigo ler antes de assistir ao filme.

    Estou seguindo seu blog para acompanhar as atualizações e sempre que puder fazer uma visita.
    Abraços

    http://reaprendendoaartedaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Olha, tentei ler esse livro há um tempo atrás e acabei abandonando, mas agora saiu o trailer do livro que está sendo produzido e confesso que fiquei maluca pra tentar ler novamente!

    Adorei tua resenha! Beijos!

    ResponderExcluir
  5. Legal, ainda não tinha ouvido falar...feliz em ver um blog sobre resenhas de livros :-) bjs!

    ResponderExcluir
  6. Muito bom, um Blog inteligente, pra quem gosta de ler.Parabéns!
    Curta minha fanpage:
    https://www.facebook.com/carimbandocomkonad

    ResponderExcluir
  7. Gosto muito desse livro!
    Aguardando pelo filme ((:
    Beijo

    ResponderExcluir

 

Abcd dos Livros Template by Ipietoon Cute Blog Design and Bukit Gambang