domingo, 11 de outubro de 2015

[Resenha] A Mulher de Preto - Susan Hill

Título: A Mulher de Preto
Autor: Susan Hill
Publicação: 2012
Páginas: 208
Editora: Record
Classificação: 4/5

"O jovem advogado Arthur Kipps, foi enviado à cidade mercante de Crythin Gifford para verificar os documentos e os papéis particulares da recém-falecida Sra. Alice Drablow, uma viúva idosa que vivia sozinha na solitária e afastada Casa do Brejo de Enguia. Enquanto trabalha na casa, Kipps começa a descobrir seus trágicos segredos. A situação piora quando ele entende que o vilarejo é refém do fantasma de uma mulher magoada, em busca de vingança."


O livro tem início com Arthur já velho e casado com sua segunda esposa, e eles estão em uma reunião de natal. Os enteados dele pedem pra ele contar uma história de fantasmas, mas ele fica tenso e revolve não contar nada. Quando está sozinho, Arthur resolve escrever sobre a história de fantasmas conectada com a sua vida.
Conforme o livro vai desenrolando vamos conhecendo o porquê de Arthur ficar tenso com histórias sobre fantasmas. Quando o protagonista era mais novo ele foi mandado, pelo patrão, a ir ao um enterro de uma cliente da empresa de onde ele trabalhava.
A srª Drablow, a cliente, morava em Crythin Gifford, na Casa do Brejo da Enguia. Essa casa é em um local distante da cidade e cercada pelas águas do mar durante boa parte do dia. A autora faz uma descrição tão linda da geografia do lugar onde a casa está localizada. Além de linda, é uma descrição de um lugar perigoso. Se não fosse por alguns contra tempos, eu adoraria morar nessa casa. Daria para construir uma linda biblioteca lá.  
Os segredos do passado da srª Drablow foram despertando em mim um desejo de ler mais rápido o livro. A mulher de preto que dá nome ao livro... minha gente...que é aquilo... Quando ela aparece na história, o clima ficou com mais neblina, crianças aparecendo do nada, sussurros, gritos e lápides.
Quem é essa Mulher de Preto? Porque o povo de Crythin Gifford tem muito medo dessa mulher? Porque ela é uma Mulher de Preto? Essas perguntas vão ganhando respostas na reta final do livro. O começo do livro possui muitas descrições e na reta final é mais ágil. Particularmente gostei das duas fases.
Quero destacar a participação dos personagens secundários na história. O cocheiro e a cachorrinha. Duas peças fundamentais. Após se resolverem quase todos os problemas e eu achar que a paz iria reinar... tem o quê? Minha Gente!!! Ai que surge uma árvore no meio do caminho...
Ainda não vi o filme desse livro, mas duvido que o filme consiga reproduzir a tensão e o lado sombrio que o livro trás. Se você ainda não leu... fica a dica. Essa história foi escrita em 1983 mais velha que eu e merece ser lida e valorizada.
Diga aí nos comentários se você já leu esse livro ou viu o filme. Gostou?


Joe Almeida



7 comentários:

  1. Olá, Joe. Fiquei bastante curioso com a estória de A Mulher de Preto. Já ouvi alguns fatos contando diversos pontos de vistas sobre a lenda, mas em livro é a primeira vez que vejo. Gostei bastante da trama cheia de suspense criada pela Susan Hill. Estou bem intrigado para saber os segredos da Sra. Drablow e sobre A Mulher de Preto.

    ResponderExcluir
  2. Heey!
    Amei a premissa do livro, com certeza vai entrar para a minha wishlist ^^. Adoro livros com toda essa tensão <3
    Abraços!
    Blog - Desbravando o Infinito

    ResponderExcluir
  3. Só descobri que A Mulher de Preto tinha livro depois que assisti A Mulher de Preto 2. Vendo sua resenha, eu me senti totalmente atraído pela história, já que ela é bastante envolvente, fazendo com que o leitor sinta vários sentimentos. Eu acredito que o livro tenha um clima mais pesado do que no filme, já que no filme não contém tanta cena de susto, pois ele retrata mais a história em si. Já no segundo filme, é um susto atrás do outro hahaha Adorei conhecer a resenha do livro!

    ResponderExcluir
  4. Olá Joe ! Amei a trama e o suspense que essa estoria traz, e esse titulo nos desperta a curiosidade em descobrir mais sobre esse livro. Bjs

    ResponderExcluir
  5. Não vi o livro e nem o filme.
    Se eu consigo passar um cagasso vendo filme de terror, imagino lendo um livro. Deve ser milhares de vezes pior!
    Já li um livro de terror/suspense e violento e foi uma experiência horrível. A história era boa, mas eu conseguia visualizar todas as cenas e foi horrível... Era como se eu tivesse presenciado a situação.
    "Mulher de preto" com certeza deve ser mais ou menos assim. Tenho muita vontade de ler mas eu nao sei se conseguiria.

    Bjs

    ResponderExcluir
  6. Ainda não li o livro, e preciso tirar logo esse atraso, gostei muito do filme. gosto do clima vitoriano esfumaçado, da uma aflição danada, eu achei muito bom.

    www.poyozodance.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. Eu não tinha conhecimento sobre esse livro, mas confesso que por ser de terror já me interessei e parece ser assustador, sua resenha está muito boa, pretendo ler o livro e em seguida assistir o filme.

    ResponderExcluir

 

Abcd dos Livros Template by Ipietoon Cute Blog Design and Bukit Gambang