sábado, 28 de novembro de 2015

Resenha - O Iluminado

Autor: Stephen King
Ano de Publicação: 2012 
Editora: Suma das Letras

Então lá estava ele, encarando seu novo futuro. Jack Torrence finalmente havia conseguido um novo emprego, depois de muitos anos turbulentos em sua vida. As noites de bebedeira finalmente acabaram, e agora ele estava limpo, pensando em sua família, por isso aceitara o emprego, já era tempo que mudar a situação em que estava.
Esse era um emprego diferente, mas ele sabia que dava conta. Iria ser zelador do hotel Overlook durante a temporada de inverno. Isso é fácil demais. 
O hotel Overlook é um hotel de gente importante, como famosos, presidentes, governadores, gente de dinheiro! E como todo lugar com certa grandeza, o Overlook também tinha seus boatos.


Wendy estava contente com o novo emprego de Jack, já Danny, seu filho de 5 anos, não estava tão entusiasmado assim. Danny tinha um amigo, o Tony, do qual seus pais achavam que era normal seu filho ter um amigo imaginário, e ele dizia que o hotel não era um bom lugar, que não deveriam ir. Tony era mais real do que parecia!
Então subiram todos para a colina, onde se localiza o Overlook. Se instalaram, os hóspedes ainda estavam finalizando suas contas. Foram então conhecer melhor o local. Na cozinha conheceram Dick, o cozinheiro. Enquanto explicava detalhadamente sobre o local, ele percebera uma certa luz em Danny, definitivamente aquele garotinho não era comum. Descobrira então que Danny era iluminado, assim como ele próprio.
Eles conversaram por alguns minutos, sem momento algum terem aberto a boca para falar. Suas conversas fluíram através de pensamentos, e o Dick concluiu que Danny era extraordinário, tinha um tipo de iluminação que jamais vira. Também alertara o garoto sobre o hotel. Dick disse que o lugar tinha passados obscuros, envolvendo morte e muitas outras coisas que Danny deveria ignorar, afinal isso não o machucaria, não era real.
Danny de fato não era um menino comum, ele era escolhido. Era um iluminado! Uau, quem diria. Ele podia ouvir os pensamentos das pessoas, e principalmente de sua mãe e seu pai, e isso o torturava, Danny podia ver o mal nas pessoas, conseguia ver o passado, podia ver as coisas tomarem vida, e ainda tinha Tony, no qual mostrava a ele o futuro!
Os primeiros dias no hotel, antes que o inverno chegasse, foram os melhores. Eles ia a cidade, almoçavam juntos, brincavam juntos, fazia tudo o que uma família comum faria. Até o inverno chegar, e ele chegou, trazendo não só uma tempestade de neve.
Em sua conversa com Dick, ele alertara Danny a ficar longe do quarto 217, pois uma coisa horrível acontecera ali e ele queria que Danny ficava o mais longe possível do andar. Mas afinal o que aconteceu naquele quarto?
Os dias foram seguindo, Jack estava arrumando todo o hotel, fazendo seu trabalho de zelador, e Wendy e Danny passavam mais tempo juntos. Tudo ocorreu dentro do normal, por um tempo.
Então o inverno veio, e com ele acordara todo o mal do hotel!
Danny estava tão entediado, que com muito medo e relutância, entrara com quarto 217. E o que vira naquele dia, mudara sua vida e deixara marcas em seu pescoço. Aquilo era mais real do que ele pensava.
Jack estava cada vez mais inquieto, ele tinha uma peça para terminar, e não estava mais escrevendo. Jack descobrira o porão do hotel e nele encontrou diversos casos, onde o Overlook estava envolvido. E aquilo o deixou perturbado. Ele precisava de apenas um gole de álcool. Só um, e ele estaria bem. Mas o hotel estava vazio, e aquilo estava o matando. Jack Torrence estava completamente louco.
No auge do inverno, o hotel estava completamente acordado, e eles estavam atrás de uma coisa, ou melhor, uma pessoa: Danny. 

Vou ter que parar por aqui, pois o livro é tão cheio de detalhes, que seu eu for contar, contarei o livro inteiro. O livro superou minhas expectativas, é serio! É simplesmente incrível. E este é o primeiro livro do Stephen King que leio.
Assisti o filme alguns anos atrás e foi amor a primeira vista, mas tive que ver o filme 3 vezes para poder entender a história, comparado ao livro o filme ficou muito vago. Não entendi a história na primeira vez que vi.
Já o livro estava me deixando louca, igual o Jack. Comecei a imaginar coisas onde não tinha haha.
Ele é recheado de detalhes, e sem dúvidas fala mais da iluminação de Danny, achei o livro mais focado na iluminação do garoto no que do filme, já que achei o filme mais voltado para Jack.
Não sei vocês, mas quando eu assisto o filme e depois leio o livro, eu faço muita comparação e acabo ficando brava.
Assim que eu terminei de ler O Iluminado, eu realmente não sabia se demonstrava pura paixão ou puro ódio.
Consegui observar a Wendy, que demonstrou mais ação no livro, sendo que no filme, achei ela uma morta viva, então gostei dessa mudança que vi na Wendy.
As vezes eu tinha vontade de pegar Danny no colo e dizer que aquilo não era real, afinal ele só tem 5 anos e estava passando por tudo aquilo.
Acredito que o filme deveria ser um pouquinho melhor, apesar de ter quase duas horas, senão tiver (não lembro kk), é que ele ficou tão vago na história, que se tivesse mais detalhes que o livro tem ia ser perfeito, mas claro na época em que o fizeram. POR FAVOR, JAMAIS FAÇAM UMA REFILMAGEM DO FILME! Tenho certeza que estragariam. Então fica do jeito que está!
Ps: os finais são totalmente diferentes, ambos apaixonantes.
E depois de muito tempo, estou aqui escrevendo para vocês, senti saudades s2.

Uma música para acompanhar a leitura...


                           Resenha feita por Gabrielle Garcia.

0 comentários:

Postar um comentário

 

Abcd dos Livros Template by Ipietoon Cute Blog Design and Bukit Gambang