Título: O Milagre
Autor: Nicholas Sparks
Publicação: 2010
Páginas: 326
Editora: Agir
Classificação: 4/5

“O Milagre, conta uma história de Jeremy Marsh, um respeitado jornalista que não consegue emplacar um relacionamento afetivo que o faça feliz. Acostumado a viajar pelo mundo à cata de lendas urbanas, Jeremy parte em direção a uma cidadezinha do sul dos Estados Unidos para investigar as misteriosas luzes de um antigo cemitério escravo que teria sido alvo de uma maldição.
Lá ele conhece a bela Lexie Damell, que irá ajudá-lo em sua fantasmagórica missão. Prestes a descobrir um segredo que poderá abalar os alicerces da comunidade, esse implacável destruidor de mitos terá de se confrontar com o único fenômeno que considera genuinamente misterioso e sobrenatural: uma paixão. Falando dos riscos que devemos correr e dos caminhos ditados pelo coração, O milagre fará com que você também acredite no amor.”

A cidade de Boone Creek, Carolina do Norte, é uma cidade típica do sul dos Estados Unidos, onde as tradições do passado são fortes e projeta sobre o futuro heranças e tradições difíceis de serem mudadas. Existe na cidade um cemitério que aparecem luzes fantasmagóricas em determinado tempo.
Com o objetivo de desmitificar essas luzes, o cético Jeremy Marh viaja até Boone Creek. Lá ele é tratado como uma celebridade, pois Jeremy é conhecido no meio televisivo. O prefeito desejando fama à cidade e a ele mesmo, abre as “portas” da cidade para esse investigador e ainda pede a ele que escreva textos que enalteça a cidade.
Lexie Darnell, mulher dos olhos que lembra violetas, é uma bibliotecária de vida tradicional, mesmo já tendo vivido fora de Boone Creek, nos tempos da faculdade. Doroty é sua avó. Essa é dona de um restaurante e ainda possui dons mediúnicos.
Durante a investigação das luzes Jeremy se aproxima de Lexie e eles vão se conhecendo melhor. Ele começa a gostar dela, mas ela não quer tentar um relacionamento, já que ele está na cidade apenas de passagem e ela não pretende se mudar de lá.
Em meio a encontros e desencontros o relacionamento entre os dois tem início, só que Jeremy não entende que o sobrenatural pode ocorrer e que existe. A figura de Doroty é determinante para que ocorram algumas coisas, inclusive no acontecimento que faz referência ao título do livro.
Esse livro é um daqueles 08 ou 80. Muitos amam e muitos odeiam. Sou do time que ama, pois ele possui uma descrição histórica do estado da Carolina do Norte que muito me agradou. Pude perceber a evolução histórica e geográfica desse estado do sul dos Estados Unidos. Para aqueles que não gostam dês descrições o livro não deve agradar muito.
E você, querido leitor, já leu? Gostou ou não? Conte aí pra mim.

*Resenha originalmente publicada por mim no blog Surpresas nas Páginas. 
 

Joe Almeida


Deixe um comentário